MAIS UM PROJETO APROVADO, PARA INCLUIR AS NEUROFIBROMATOSES NO ESTATUTO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

Por: | Postado em: 11 de setembro de 2017

Uma ótima notícia para esta segunda-feira (11/09). A sessão plenária da Assembleia Legislativa aprovou por unanimidade, em primeira discussão, o projeto de lei 530/2016, de autoria da Deputada Claudia Pereira, que inclui as neurofibromatoses entre as deficiências protegidas pelo Estatuto da Pessoa com Deficiência.

As neurofibromatoses, antes conhecidas como Doença de Von Recklinghausen, são causadas por uma síndrome genética rara que se manifesta desde o nascimento até aproximadamente os 30 anos de idade, e que provoca o crescimento anormal de tecido nervoso pelo corpo, formando pequenos tumores externos, chamados de neurofibromas.

A doença não tem cura, e muitas vezes necessita de cirurgias e de outros procedimentos para uma melhor qualidade de vida. A enfermidade geralmente é benigna, porém nos casos mais graves, em que o paciente necessita de quimioterapia ou radioterapia.